Informações aos Pacientes

Quais os tratamentos oferecidos pela Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto?

São oferecidos tratamentos nas seguintes áreas: dentística (restaurações), endodontia (“canal”), cirurgia (extração de dente, remoção de lesões); periodontia básica e especializada (tratamento gengival); prótese total (“dentaduras”); prótese parcial removível (“pontes móveis”); oclusão (disfunção de ATM); clínica integrada; prótese fixa; clínica infantil; ortodontia preventiva; semiologia; exames radiológicos. Destaca-se também o atendimento realizado a pacientes especiais e prevenção ao câncer bucal.
Obs: Ortodontia Corretiva: é oferecida a nível de especialização via cadastramento na FUNORP (Fundação Odontológica de Ribeirão Preto), porém não é um tratamento público gratuito. O paciente pagará pelos exames e manutenção mensal. Mais informações diretamente com a secretaria da fundação, no telefone (16) 3315.4079.
Obs: Implante: é oferecido a nível de especialização, não é um tratamento público gratuito. Maiores informações poderão ser obtidas contatando a FUNORP (16) 3315-4079, a Clínica de Pós-Gaduaçao (16)3315-4091 e Clínica de Cirurgia (16)3315-4043.

Cirurgia Ortognática

Para iniciar triagem, avaliação e tratamento na área de Cirurgia Ortognática junto a equipe de Cirurgia da FORP – USP o (a) paciente (a) não poderá estar em tratamento ortodôntico, pois há necessidade de planejamento conjunto entre as áreas (ortodontia e cirurgia).
A FORP -USP não disponibiliza a estrutura hospitalar para a referida cirurgia e diante disso existem duas possibilidades ao (a) interessado (a):
1) O (a) paciente precisa ter assistência médica de plano privado de saúde devidamente regulamentado na ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) para a cobertura das despesas hospitalares, pois envolve despesas com centro cirúrgico e equipe multiprofissional. O plano de saúde regulamentado poderá ser do município de residência do (a) interessado (a), desde que ofereça cobertura nacional para procedimento cirúrgico.
2) A outra possibilidade é via Sistema Único de Saúde (SUS) mediante atendimento inicial junto ao serviço de odontologia do recurso municipal (UBS ou UBDS). Tal possibilidade implica na ciência frente a demanda (lista de espera) e imprevisão quanto a aprovação e liberação da Central de Regulação de Vagas (via Secretária Municipal de Saúde de Ribeirão Preto), a qual gerência os pedidos de tratamentos (guias de referência – SUS) advindos dos municípios que compõe o Departamento Regional de Saúde de Ribeirão Preto (DRS XIII) e é, também, a interlocutora para demais Departamentos Regionais de Saúde.
Diante destas alternativas ainda ressaltamos sobre a importância do esclarecimento e orientação ao (a) interessado (a) quanto ao perfil do caso clínico, o qual precisa estar de acordo com o preconizado no Curso de Residência em Cirurgia da FORP – USP.
Demais informações poderão ser obtidas junto a Clínica de Cirurgia da FORP -USP, no telefone (16) 3315 4043, no horário entre 9h as 11h e 15h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira.

Quais as cidades que compõem a DRS XIII – Regional de Saúde de Ribeirão Preto?

Altinópolis, Barrinha, Batatais, Bonfim Paulista, Brodosqui, Cajuru, Cândia, Cássia dos Coqueiros, Cravinhos, Cruz das Posses, Dumont, Guariba, Guatapará, Ibitiúva, Jaboticabal, Jardinópolis, Jurucê, Luiz Antônio, Monte Alto, Pitangueiras, Pontal, Pradópolis, Ribeirão Preto, Santa Cruz da Esperança, Santa Rita do Passa Quatro, Santa Rosa do Viterbo, Santo Antônio da Alegria, São Simão, Serra Azul, Serrana, Sertãozinho.

Como o paciente deve ser encaminhado a Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto – FORP – USP?

O paciente deverá realizar o tratamento básico no (“Postinho” ou Centro Odontológico) e após, será orientado quanto ao encaminhamento do caso, a partir de preenchimento de guia específica da rede SUS a Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto, a qual cadastrará, avaliará e liberará seguimento na Faculdade de Odontologia, conforme vaga disponibilizada.

Clínica de Pacientes Especiais: como se cadastrar e qual o perfil do paciente?

Para o cadastramento o responsável pelo paciente especial ou quando possível o próprio paciente, deverá procurar a Unidade Básica de Saúde ou Centro Odontológico Municipal mais próximo de sua residência. O recurso municipal deverá atender e avaliar o caso e a partir de então encaminhar guia específica para a Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto.
O perfil deste paciente, de modo geral, compreende a pessoas que apresentam síndromes crônicas (retardo mental, paralisia cerebral, Down, autismo, disritmia cerebral, cardiopatia), síndromes raras e outras anormalias, bem como aqueles com debilidade orgânica agravada, priorizando o atendimento a pacientes em tratamento quimioterápico ou radioterápico; transplantados; com doenças sistêmicas.

Qual o horário de funcionamento das clínicas?

Normalmente o horário de funcionamento nas clínicas compreende o período da manhã (8h às12 h) e período da tarde (14h às 18h).

Qual a média de frequência para o tratamento?

A frequência do paciente para o tratamento em média é semanal (um a dois dias por semana). O período desta freqüência dependerá do tratamento necessário e também do período da disciplina (clínica) que o atenderá.

Em caso de dúvidas, a quem procurar?

Não fique com dúvidas sobre os serviços que a Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto presta a comunidade ou mesmo sobre o seu tratamento em andamento na Unidade.
Faça contato com o Serviço Social para esclarecimentos, críticas e sugestões (16)3315-3967.

Serviço Social

O serviço social atua para informar, acompanhar, orientar, encaminhar e esclarecer os usuários da saúde (pacientes) e comunidade em geral quanto a rotina geral do tratamento odontológico, bem como todo o processo de acesso e seguimento integral durante atendimento na Unidade. Realiza a mediação entre: paciente, aluno, docente, funcionário, instituição e outros recursos, públicos ou não, existentes na sociedade.
Busca, principalmente, garantir os direitos perante o serviço de saúde e educação.Fone para contato: (16) 3315-3967.
Horário: 8:30 às 12:00 / 13:30 às 16:00hs. de segunda a quinta-feira.
Horário: 8:30 às 12:00 (às sextas-feiras).

A Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto oferece algum auxílio ao paciente durante o tratamento?

A FORP não disponibiliza auxílio financeiro para assistir o paciente perante as necessidades de alimentação ou mesmo de transporte durante o tratamento odontológico. Sendo assim, não é oferecido alimentação, como também não são oferecidos “passes” para ônibus.
O paciente deverá se programar com recursos próprios ou procurar informações sobre assistência dessas necessidades, via instituições públicas municipais como Unidades Básicas de Saúde ou Serviço Social atuante na área de saúde, para verificar programas de assistência nesta área.

Quais os telefones para contato?

Serviço Social: (16) 3315-3967
Recepção: (16) 3315-3968
Setor de Prontuários/Arquivo: (16) 3315-4084
Clínica I: (16) 3315-3999
Clínica II: (16) 3315-3996
Clínica III: (16) 3315-3998
Clínica de Cirurgia: (16) 3315-4043
Clínica de Especialização: (16) 3315-4091
Clínica de Pacientes Especiais: (16) 3315-4021

Informações aos Pacientes

A Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo FORP-USP, está conveniada ao SUS (Sistema Único de Saúde) e atende demanda encaminhada a partir do Departamento Regional de Saúde ( DRS XIII ) que é composto por 26 municípios, com população estimada em 1.600.000 pessoas. Os pacientes são encaminhados à FORP-USP pela Central de Regulação Odontológica da Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto, mediante ficha de referência odontológica, após receberem tratamento na Unidade Básica de Saúde “Postinho” do bairro em que residem. Os atendimentos realizados na Faculdade tem como objetivo o ensino, a pesquisa e a extensão na área da odontologia e, para a realização das atividades são disponibilizados 7 (sete) espaços clínicos, além do complexo estrutural de suporte que abrange laboratórios, esterilização, lavanderia, biotério e seções administrativas.
O tratamento oferecido pela Faculdade para os pacientes encaminhados pelo SUS é público e gratuito, o que acarreta grande procura e certa demora entre o encaminhamento dado a partir da Unidade Básica de Saúde e a efetiva entrada para tratamento.

ORIENTAÇÕES IMPORTANTES:

O paciente para receber tratamento de saúde, inclusive odontológico, deverá portar o Cartão Nacional de Saúde (CNS), sem este documento não é liberado o cadastramento e atendimento. O Cartão Nacional de Saúde é providenciado em vários postos de saúde e também no Poupatempo, para isso basta levar o documento de identidade (RG) e comprovante de endereço.
O paciente não poderá faltar e caso necessite se ausentar por motivo grave, o mesmo deverá comunicar o mais breve possível a clínica onde recebe atendimento e justificar no Serviço Social, caso contrário perderá a vaga automaticamente.
Quando o paciente iniciar o tratamento odontológico receberá um cartão de identificação e agendamento de retornos. Este cartão deverá ser bem cuidado pelo paciente, pois se trata de um documento, facilitando o acesso e o atendimento na Faculdade de Odontologia.
O paciente deverá manter o seu cadastro sempre atualizado principalmente quanto a endereço e telefones para contato.
Toda vez que o paciente receber atendimento na unidade e precisar de atestado, o mesmo deverá ser solicitado ao dentista ou aluno que o atendeu e nele constará o horário de entrada e saída da clínica.
Os pacientes que apresentarem idade inferior a 18 anos e superior a 65 anos, bem como aqueles em condição especial de saúde, deverão comparecer sempre acompanhados por responsável, cumprindo-se determinação legal. O acompanhante facilitará a coleta de dados, anamnese e orientações.
O paciente deverá trazer sua escova e creme dental, além de caneca ou copo para tomar água ou medicação, pois devido ao projeto USP Recicla a unidade não disponibiliza copos descartáveis.
Para os pacientes que residem fora de Ribeirão Preto é importante que estejam sempre com os telefones de contato dos motoristas do ônibus municipal, ambulância ou setor de transporte da cidade origem, para qualquer eventualidade de perda no horário de retorno ou outras intercorrências.
Lembramos que todo o espaço da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto é um local público e deverá ser mantido por todos, então, colabore!
Atenção: é expressamente proibido fumar dentro das clínicas e nas salas de espera.